A fúria do dragão (Filme)

1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Bom

Informações

Títulos Jing Wu Men
The Chinese Connection
Fist of Fury
Ano 1972
Diretor Lo Wei
País Japão
Duração 102 min
Gênero Ação, Artes Marciais
Palavras-chave bruce lee, kung fu

Assim como aconteceu em "O dragão chinês", neste segundo filme, Bruce Lee acrescentou vários acontecimentos de sua vida no enredo, como a morte de seu mestre e brigas entre escolas de artes marciais. Mas também adicionou alguns elementos que não haviam sido muito explodrados em seu primeiro filme, como um pouco de romance.

A história gira em torno de Chen Zhen, o próprio Bruce Lee, que resolve investigar a estranha morte de seu mestre, e acaba por descobrir que foi causada por intrigas com escolas de artes marciais japonesas. Parte então em busca de vingança, contrariando os conselhos de seus companheiros.

A primeira diferença notável deste filme, em comparação com o anterior, são as cenas de luta, que mostram muito mais do estilo criado por Bruce Lee, tendo inclusive a primeira aparição de Bruce utilizando os nunchakus. 

O filme também trata de questões de preconceito, que os chineses sofrem bastante até hoje, e que era ainda mais acentuado naquela época. Há uma cena onde ele quer ir a um parque, e é impedido de entrar, pois há uma placa na porta que diz que "É proibida a entrada de cachorros e chineses", o que já vira motivo para mais lutas...

Bruce também mostra alguns truques que aprendeu no tempo que passou em Hollywood, utilizando-se de efeitos de filmagem que viraram referência até os dias de hoje. Mais especificamente, me refiro a cena em que ele mexe as mãos e a "sombra" delas vem acompanhando o movimento. Esse efeito é muito utilizado em filmes e video games de luta até hoje.

Outra cena bem característica, é quando ele se vê sozinho cercado de inimigos e a medida que ele se movimenta, seus oponentes giram ao redor dele procurando uma brecha para atacá-lo. Típica cena de seus filmes, e ainda assim é sempre bom de ver.

Algo que se repete exaustivamente não apenas neste, mas em todos os filmes de Bruce Lee, são suas entradas triunfais. Sempre que ele entra em alguma cena, vem com aquela cara de "olhem só, em cheguei pra acabar com todo mundo" e com uma música marcante que diz que algo importante está pra acontecer, mesmo que nada aconteça... Clássico! Afinal, é Bruce Lee chegando no recinto, né! ^__^

Obviamente que há algumas tosqueiras bem incômodas, como as perucas de alguns dos principais personagens japoneses, que são extremamente mal feitas, e que desvia um pouco o foco das cenas de lutas, porque você tem que parar pra rir... seu desfarce de técnico para infiltrar-se na escola inimica, ou mesmo a cena em que ele come um pequeno animal (um coelho talvez) espetado numa vara, assado em uma foqueira, até que seu par romântico aparece... é bem estranha a cena... Mas nada disso compromete o filme.

O desenrolar segue um pouco a linha do primeiro filme, mas ainda vale ser visto pelas ótimas cenas de luta, e pela importância que esse filme teve para mudar os rumos dos filmes de ação.

Jaime Neto
>

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/animebook/animebook.com.br/library/Zend/Locale/Format.php on line 784

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/animebook/animebook.com.br/library/Zend/Locale/Format.php on line 1050