Gen pés descalços 2 (Movie)

1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Bom

Informações

Títulos Hadashi No Gen 2
Barefoot Gen 2
Ano 1986
Estúdio Madhouse
Diretor Toshio Hirata
País Japão
Duração 86 min
Gênero Drama, Guerra, Histórico

Três anos após a bomba de Hiroshima, Gen, agora mais crescido, sua mãe e seu irmão adotivo, Ryuta, ainda lutam para sobreviver durante a reconstrução pós-guerra do Japão. Enquanto o primeiro filme foca no efeito imediato do bombardeio atômico, este trata das consequências daquele ocorrido, problemas esses que, por um longo período os sobreviventes tiveram que enfrentar, como economia e infra-estrutura devastadas e o persistente efeito da radiação causada pela Pika (como era chamada a bomba, devido ao barulho que fez ao explodir).

A maioria dos edifícios ainda estão em ruínas e Gen e Ryuta estudam nos escombros da escola, que continua funcionando, mesmo que em condições precárias. Enquanto a economia do Japão se recupera lentamente, muitos vivem com grande dificuldade, pois até as necessidades mais básicas se tornam de difícil acesso. Gen, ainda que tenha que estudar, tenta ajudar sua mãe com as despesas o quanto pode, enquanto ela trabalha em uma fábrica de tijolos de construção, conseguindo pelo menos o suficiente para sobreviver. Até mesmo escalar os escombros de uma igreja para pegar ovos nos ninhos dos pássaros faz diferença para eles.

Em consequência do número absurdo de mortes causados pela bomba, muitas crianças ficaram órfãs, e a maioria era levada para orfanatos. Aquelas que escapavam das autoridades, ou conseguiam fugir, sobreviviam como podiam, engrachando sapatos, praticando furtos e fugindo quando necessário. Gangues de órfãos se formaram, aumentando as chances de sobreviverem.

Apesar de um primeiro contato não muito amistoso com uma dessas gangues de crianças, Gen acaba por perceber a situação delas e tornam-se amigos. Entre as crianças, há uma menina que foi gravemente queimada durante a explosão e, no meio de tudo o que se passa, as pessoas, por não entenderem os efeitos da radiação, têm isso como uma doença, e tratam os doentes com desprezo, e é o que acontece com ela, que é escanteada pelo resto do grupo por sua condição. Gen encontra uma forma (que prefiro não citar, para não estragar) bastante eficiente de mostrar que não se importa com suas queimaduras e a aceita.

A partir daí, se desenrolam os pontos principais do enredo deste segundo filme, que é a tentativa de Gen de ajudar essas crianças a sobreviver, e conseguir dinheiro para comprar remédio para sua mãe, que sofre doente com os efeitos da radiação. Mesmo sabendo que sua mãe está morrendo, a esperança de salvá-la cresce ao descobrir que um novo remédio está sendo comercializado, a penicilina. Porém, o preço é absurdo, e sua busca por uma forma de conseguir comprá-lo se inicia.

Ao se depararem com um campo militar de tiro, onde foi despejado munição no final da guerra. O líder da gangue de crianças percebe que eles podem vender as balas velhas para sucata, e todo o grupo começa a encher carrinhos de mão com cartuchos usados. Isso leva à busca de mais sobras da guerra para vender para a sucata e conseguir um bom dinheiro.

Apesar de Hadashi No Gen 2 não ser tão chocante quanto o primeiro, ainda emociona, além de ser curioso saber como se seguiu a história de Gen e sua família após os acontecimentos do primeiro filme. Não deixa de ser interessante, também, ver o que aconteceu no Japão e com seus sobreviventes após tamanha devastação, como se reengueram. E o mais importante é entendermos que, diferente de filmes de ficção, na vida real (lembrando que esse filme é baseado na vida de seu autor) as consequências de nossos atos, neste caso, a guerra, perpetuam por um longo tempo, e podem levar sofrimento por gerações. Pensando assim, podemos dizer que este também é um filme indispensável a todos para um amadurecimento de nossas consciências.

Jaime Neto
>