Maburaho (TV)

1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Bom

Informações

Ano 2013
Estúdio J.C.Staff
Diretor Shinichiro Kimura
País Japão
Episódios 24
Duração 20 min
Gênero Comédia, Ecchi, Fantasia, Harém, Romance

Maburaho se passa em um mundo de magia, onde é possível medir a quantidade de vezes que uma pessoa poderá usar magia na vida, o que é algo muito importante de saber, pois a consequência para quem usar todo seu “estoque” de magia é a morte. Mas isso não é problema para a maioria, que no geral, pode usar milhares de vezes e dificilmente irá acabar precocemente.

Infelizmente, Kazuki Shikimori, nosso protagonista, não teve essa sorte. O número de vezes que pode usar magia é bastante limitado: 8 vezes em toda a vida. Isso é um baita problema, já que ele é um estudante da escola de magia, tem 17 anos, e, sem usar magia, fica difícil chamar atenção das garotas (afinal, este é um ecchi).

Porém, tudo muda quando descobrem que Kazuki é decendente de magos muito famosos e poderosos, e que, graças a genética, os filhos dele serão também muito poderosos. A partir de então, a guerra entre garotas para ter um filho com ele começa, principalmente entre Yuuna, Kuriko e Rin, três garotas que devem, a qualquer custo, tentar obter os genes de Kazuki.

Estes personagens são todos estudantes da Aoi Academy Senior, uma prestigiada escola de magia, sendo Kazuki e Yuna do 2º, Kuriko do 3º e Rin do 1º ano. Yune tem habilidades mágicas relacionadas ao elemento Vento e conhecia Kazuki antes de toda essa confusão dos genes, e já era apaixonada por ele desde a infância. Kuriko Kazetsubaki é de uma família nobre e Rin é de um clã de samurais que anda enfraquecido, e ambas precisam dos genes de Kazuki para fortalecer suas famílias.

Kazuki pode não ser um personagem muito carismático, mas no decorrer da história vamos conhecendo sua personalidade, vendo que é honrado e ele vai nos conquistando, e conquistando suas “perseguidoras”, mesmo sem esta intensão e, as poucas vezes em que ele usa suas magias mostram bem o podem que existe em seus genes.

O enredo de Maburaho por si só já rende uma história muito divertida. O primeiro capítulo é hilário, e, se a série mativesse o mesmo ritmo deste capítulo, certamente levaria nota máxima. Infelizmente depois de alguns episódios ela cai numa mesmisse repetitiva, e se torna um pouco cansativa. Mas ainda assim vale a pena conferir.

Jaime Neto
>