Ore no Imouto Ga Konna Ni Kawaii Wake Ga Nai (TV)

1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Muito Bom

Informações

Títulos Ore no Imouto; My Little Sister Can´t Be This Cute
Ano 2010
Estúdio AIC Build
Diretor Hiroyuki Kanbe
País Japão
Episódios 16
Duração 24 min
Gênero Comédia, Drama

Ore no Imouto Ga Konna Ni Kawaii Wake Ga Nai pode ser traduzido como “Não tem como a minha irmã mais nova ser tão fofa assim”, o nome já explica muito da historia básica do anime, que gira em torno dos irmãos Kyōsuke Kōsaka e Kirino Kōsaka, ele é um estudante comum, sem grande destaque tanto nos estudos quanto nos esportes, por outro lado sua irmã mais nova, Kirino, é o completo oposto, perfeita em tudo, tanto nos estudos quanto nos esportes e para finalizar, ela ainda trabalha como modelo para uma agência, ganhando bastante dinheiro com seu trabalho. Como era de se esperar todos a volta de Kyōsuke fazem questão de lembrá-lo como ele é inferior a irmã. Aqui é bom salientarmos que Kirino é a típica personagem tsundere, embora seja bem mais tsun (fria e aspera) do que dere (amável), o que chega a dar raiva em algumas partes, visto que o irmão faz tudo por ela e só é maltratado, mas os produtores conseguiram transformar isso em uma vantagem, pois valorizou muito os momentos em que ela mostra seu lado amável, que faz você entender o porque do kawaii do título. A história do anime começa a se desenvolver quando Kyōsuke descobre que sua irmã perfeita tem um hobby não muito convencional: ela é fanática por jogos hentais com irmãs mais novas (antes que pensem alguma coisa maliciosa, o que a agrada é a fofura das irmãs mais novas e ela não nutre a ideia de ter um relacionamento amoroso com seu irmão). Durante o anime, Kyōsuke faz de tudo para ajudar sua irmã a assumir seu hobby e conhecer amigos que também sejam otakus, algo dificil, pois Kirino vive em um mundo completamente diferente e que constantemente estigmatiza os otakus, principalmente quando se trata de fãs de hentai.

Apesar do que possa parecer ao ver a história do anime, ele não chega a ser um drama pesado que vá fazer você chorar com o sofrimento dos personagens. Pelo contrário: apesar de mostrar o preconceito e o estigma de um personagem ou outro, o anime o faz de forma leve, sempre misturando bastante cenas de comédia de forma sutil, sem forçar a barra, fazendo com que a comédia seja um dos pontos fortes do anime, ao lado de algumas doses de drama leve. Outra vantagem do anime é que, apesar da história simples, ela é desenvolvida de forma fluida e mostrando a riqueza que é o mundo otaku do Japão, o que pode agradar àqueles espectadores mais curiosos em saber os aspectos positivos e negativos de ser um japonês otaku, além de saber o que um otaku de verdade é capaz de fazer por seus animes favoritos. O anime conta também com bons personagens secundários, como as amigas otakus de Kirino, que demonstram que existem vários tipos de otakus e excelentes discussões sobre séries dentro do anime, o que faz com que você não precise conhecer animes para entender. Outros personagens interessantes são a melhor amiga de Kirino, modelo, que demonstra um pouco do preconceito que existe contra os otakus, e a melhor amiga de Kyōsuke que, apesar de ser a clássica amiga de infância, não deixa de ter um certo charme, embora apareça poucas vezes. A trilha sonora do anime cumpre bem sem papel, embora não chegue a ser especial, com destaque para o fato de as musícas de encerramento mudarem constantemente, algo bem incomum. Por último temos que destacar que o visual do anime, mediano, embora não chegue a ser um problema sério, pode desagradar os fãs mais exigentes.

Se você está interessado em conhecer um pouco mais sobre a vida otaku e seus dramas ou quer apenas um anime divertido para assistir, Ore no Imouto Ga Konna Ni Kawaii Wake Ga Nai é uma boa pedida.

Diego Monteiro
>