Oretachi ni Tsubasa wa Nai (TV)

1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Razoável

Informações

Títulos We
Without Wings
Ano 2011
Estúdio Nomad
Diretor Shinji Ushiro
País Japão
Episódios 12
Duração 24 min
Gênero Ecchi, Comédia

Adaptado de um jogo hentai, esse anime pode ser dividido em três arcos diferentes que, em determinado momento da trama, se misturam em apenas um. Cada arco se centra em um personagem principal e nas pessoas que o cercam. Haneda Takashi é um estudante comum, o típico personagem de anime colegial, mas na verdade ele tem um segredo que não pode revelar para ninguém: ele é o guerreiro mais forte de Gretagard, um mundo paralelo ao nosso que está passando por uma guerra feroz ,e Haneda é chamado para lutar. Aqui já podemos ver uma das maiores críticas ao anime: um dos seus maiores potenciais, as lutas em Gretagard, não são exploradas em nada, o que termina por deixar um vazio. Chitose Shuuusuke é o segundo protagonista deste anime (apesar de, na verdade, não ter uma ordem certa): ele é um escritor freelancer, mas seu arco gira principalmente em torno do bar Alexander, que conta com um bartender mulherengo e algumas garçonetes bonitas. Esse é o arco mais "ecchi" e engraçado do anime.

Narita Hayato, o último protagonista, passa a noite procurando os mais diversos trabalhos. Durante o anime, o seu trabalho é procurar a bicicleta perdida de Ootori Naru. Esse arco é o mais agitado, com direito a algumas cenas de ação bem legais, e romântico do anime. O visual do anime é sem igual, tanto em relação à animação, apesar de vermos algumas cenas paradas (aquelas em que os personagens permanecem imóveis e apenas a câmera se movimenta), quanto ao desenho dos personagens. Os personagens do anime são outra maravilha desta obra, principalmente os dois últimos protagonistas: são muito divertidos e carismáticos, além de alguns personagens secundários, como o DJ Condor, que serve como narrador do anime tanto na abertura quanto no encerramento e garante boas risadas. Mas infelizmente, o destaque deste anime está nas falhas. Para começar, o anime é totalmente confuso, você não consegue entender o que está acontecendo, quando você está se acostumando com um arco, do nada ele muda para outro e você fica totalmente perdido. Outra falha é que, apesar de ter personagens cativantes, a história do anime é péssima: ou melhor, é inexistente. E o que é pior, só tem um certo desenvolvimento nos episódios finais e, ainda sim, de forma decepcionante. Outro ponto negativo é o grande teor apelativo do anime, o "ecchi" exagerado, apesar de ser de propósito, visto que o DJ Condor várias vezes afirma abertamente que o próximo episódio terá mais calcinhas e fanservice, além de termos inúmeras cenas gratuitas de garotas sem roupa (mas com censura) e calcinhas. Mas o gratuito não é o que você está acostumado a ver em alguns animes, pelo contrário: em Oretachi ni Tsubasa wa Nai, essas cenas não têm nada a ver com o anime, não incluindo nem mesmo personagens do mesmo.

Por isso, se você é fã de ecchi e está a fim de rir, você não pode deixar de conferir esse anime, ele é perfeito para relaxar e rir, mas se você quiser uma boa historia, um bom desenvolvimento e não gostar de ecchi, fique longe desse anime, caso contrario você terá pesadelos. PS: No OVA, as primeiras cenas envolvem os três protagonistas juntos em uma fonte termal e, como acontece em animes, quando as garotas estão tomando banho juntas, essas cenas contêm um pouco de yaoi. Se você for fã do gênero é algo imperdível, mas caso você não goste (o que é mais provável, visto que o anime é feito para o público masculino) passe longe, são apenas alguns minutos perdidos. PPS: O OVA é apenas um episódio extra de comédia, não adicionando muito ao anime.

Diego Monteiro
>